Suflê de abobrinha light

 

Oi gente!

Faz tempo que eu não posto aqui, né?! tsc tsc tsc… que feio…

Tava olhando na geladeira alguma coisa para fazer de jantar aqui em casa, e vi que tinham umas abobrinhas esquecidas, já querendo começar a estragar. Precisavam ser usadas, ou em dois dias estariam no lixo.
Resolvi que eu queria fazer um suflê. Achei essa receita no Google.  Mas eu nunca tinha feito um suflê na vida. Então, no final da receita vão as minhas considerações de como fazer ficar mais gostoso do que esse que eu fiz, que já ficou uma delícia!

Nessa receita não vai queijo e nem farinha, o que faz dela um tanto menos calórica. Anota aí os ingredientes:
4 ovos com as claras e gemas separadas
6 abobrinhas picadas
2 tomates picados
3 batatas médias
1 copo de leite desnatado
1 cebola grande picada
4 dentes de alho espremidos
azeite para refogar
Sal e pimenta-do-reino a gosto

O preparo é bem simples. Antes de tudo, coloque as batatas para cozinhar com um pouquinho de sal. Bata as gemas com a abobrinha e o tomate no liquidificador e reserve. Numa panela, refogue a cebola e o alho no azeite, depois coloque as batatas cozidas e amassadas junto desse refogadinho com o copo de leite. Deixe cozinhar por uns 10 minutos, depois é só juntar a mistura do liquidificador, acertar o sal e colocar a pimenta do reino.
Bata as claras em neve, e misture (mexendo muito gentilmente) as claras nessa mistura.
Agora, coloque tudo isso numa assadeira, ou em potinhos como esses que eu usei, e leve em banho-maria ao forno pre aquecido até a casquinha de cima ficar bem douradinha. E voilà! Só servir!

Eu fiz uma saladona de escarola com cebola roxa e morangos pra acompanhar, e ficou sensacional!

Vamos às observações:

  • Fui de cabeça nesse suflê aí… Depois de fazer, me dei conta que suflês ficam grandes, altos… Esse não ficou… Foi porque eu não coloquei fermento! haha Mas mesmo sem o fermento, fica delicioso!
  • Você pode por queijo parmesão na massa… Fica muito bom também!
  • Lembrando que, quando a gente adiciona as claras em neve, o sal dá uma ”diminuida”, então, tenha certeza de que o sal está certinho para o seu gosto!

Faça as suas variações e vem cá contar pra gente como ficou!

Berinjela Assada

Essa foi uma receita que a mãe da Lelê me passou, a Patrícia Almeida.

Fui na casa dela e me acabei na berinjela kkkkkk

Fica bom com pão, puro, na comida, com alface Eikedelícia rsss

Vamos a receitinha então?

2 berinjelas sem casca e cortada fininha
2 cebolas
+ ou – 4 colheres de sopa aceto balsâmico (é aquele vinagre puro, sabe?)
azeite
sal
+ ou – 1 colher de sopa de orégano
Um tantinho de aji-no-moto
Você pica tudo e coloca em assadeira tudo misturado, ela colocou também um sachê de “Meu Segredo”. – Mas tome cuidado com o sal – é um alerta da Pati.
Cubra a assadeira com papel alumínio e asse, ela solta uma aguinha, então mexa de vez em quando.
Quando secar acrescente o pimentão que no caso são 2, um vermelho e um amarelo que já foram assados e retirada a pele. (mas eu piquei com pele e tudo e coloquei para assar junto)
Mas ela assou direto na chama do fogão.

Depois é acertar o tempero. Eu acrescentei uns cinco dentes de alho bem picadinho, mas você pode socar também e até mesmo espremido rsrsrs e se precisar coloque mais azeite e mais sal.
Coloquei azeitonas verdes picadas, salsinha e pimenta calabresa seca, pra acelerar o metabolismo. (Fiz igualzinho ela citou, nessa partinha ai rss)

Resultadoooooo

tchãnã

Berinjela assada

Kibe de bandeja

E ai, minha gente? Todos bem?

Vira e mexe a minha mãe faz uma receita que é o maior sucesso aqui em casa. E desde a primeira vez que eu postei ela no Instagram, fez o maior sucesso também!

Como compartilhar receitas é sempre bom, aqui estou! =P

Essa é uma receita um pouco mais trabalhosa do que as outras que postamos aqui, mas não chega a ser difícil!

Essa receita é feita em duas partes. A base e o recheio. Vamos à base primeiro.

Peguei mais ou menos 300gr de trigo para kibe e coloquei de molho na água fervente.
(NOTA: Você pode colocar de molho na água fria, mas daí tem que ser de manhã, para fazer de noite. Se tiver pressa, ou decidir fazer de última hora, use a água fervente.)
O trigo vai hidratar e inchar até ficar com o dobro de volume.
Então, eu espremi o trigo entre as mãos para tirar beeeem a água e deixa-lo bem sequinho. Daí eu misturei 300gr de carne moída de primeira (eu uso patinho porque não tem muita gordura). Coloquei, também, uma cebola ralada, sal, pimenta do reino, bastante hortelã fresca picada e azeite (tem que ser muito azeite nessa hora, senão o kibe fica muito ressecado quando for pro forno)
Misturei tudo isso,  deixei de lado.

Hora do recheio

Numa panela, eu fritei o alho até ficar douradinho, depois, coloquei 1/2kg de carne moída (patinho, de novo). Fritei a carne.
Quando a gente frita a carne, ela solta um pouco de água. Isso é normal.
Quando a água estava quase seca, coloquei cebola picada e suco de um limão (o limão é o toque especial!)
Refoguei a carne com o limão e a cebola e depois coloquei salsinha e cebolinha picadas e muita, mas muita hortelã fresca picada. Se você não é tão fã de hortelã, pode tirar! E você pode colocar nozes picadas também, que fica muito bom!

E pra montar?

Untei uma assadeira com azeite e coloquei a base (trigo+carne) no fundo e dos lados. Tem que apertar bem, senão vai ficar desmanchando na hora de servir. Coloquei o recheio e cobri com o restante de base.

SEGREDINHO GORDO DA MAMÃE (que você pode não usar! rs)
A minha mãe coloca manteiga por cima. Assim, uns pedacinhos pequenos pra derreter e penetrar no trigo. Aí fica beeeeem macio e molhadinho. Mas nós, pobres pessoas de dieta, podemos colocar margarina light, ou azeite. (um pouquinho só)

Coloquei no forno por uns 30 minutos, e está pronto!!

Que tal?
Testem a receita, façam as suas modificações e conte pra nós como ficou!!

Beijinho!

Abobrinha recheada com atum

Oi, pessoal!

Hoje o dia foi bem corrido, e minha mãe ia demorar chegar em casa… E eu tinha fome… rs
Quando abri a geladeira não tinha quase nada além de meia duzia de abobrinhas. Pensei… pensei… pensei… E veio essa receita na cabeça! Ela é muito fácil e fica pronta rapidinho!

Eu lavei as abobrinhas e cortei as pontinhas. Depois cortei no meio. Com uma colherinha de café, raspei o miolinho com sementes da abobrinha e reservei.
Numa panela, fervi água com um pouco de sal e coloquei as abobrinhas uns 4 minutos pra aferventar.
Enquanto isso fiz o recheio com o miolo da abobrinha, uma lata de atum dois dentes de alho amassados, bastante cebola picada, um tomate pelado e bastante cebolinha picada. Temperei com um pouco de sal e pimenta do reino. Mistura tudo isso.

Depois de tirar as abobrinhas da água quente, elas ficam como uma barquinha. É só colocar o recheio lá.
Eu salpiquei um pouco de parmesão por cima, untei uma assadeira com um pouquinho de azeite e levei ao forno por uns 15 minutos, só pra esquentar e deixar o queijo douradinho.

E só!
Muito fácil, rápido e muito, muito gostoso! Todo mundo aqui em casa adorou!!

Sugestões de modificações? Alguém já fez abobrinha recheada de outra maneira? Conte pra gente!

Bala de gelatina

Oi, gente!!

Antes de falar dessa receita, queria dizer que a gente também tem Instagram!! É o @todalight. E quando você for postar alguma receitinha gostosa, ou a sua comida, usa a hashtag #todalight, heim?! Não esquece!!

Essa receita, eu peguei no grupo do Facebook do Pensando Magro, e foi a Taciane Brandão quem postou!


Essas balinhas de gelatina são uma mão na roda pra esse calorão do nordeste que tem feito. Pra dar aquela enganada na fome! E É bem divertido também se você fizer bem colorido, de vÁrios sabores e coloca tudo junto! Fica lindo!

E é muito fácil gente! É como a gelatina normal, mas você vai usar menos água. 175 ml de água quente pra dissolver a gelatina do sabor da sua preferência. Então você vai preparar a gelatina sem sabor hidratando ela com 5 colheres de sopa de água quente. E dissolve bem. Depois é só misturar as duas, colocar em forminhas de gelo, ou uma forma única, e depois você corta.
Feito isso, só colocar na geladeira e esperar ficar firme. Daí é só desenformar.

Uma coisa bem legal dessas balinhas, que eu testei, é que você pode guardar nesses potinhos plásticos, enfiar na bolsa e sair por ai, que elas continuam com a mesma consistência!!

Curtiram?
Agora é só ir fazer! BEM rapidinha pra ficar pronta, e uma delíícia que só!